sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Aê, nazarento! Quebrou a jura e colou no BBB-8?

Eu sabia, Zé Mané, que uma hora você ia se revelar! E desta vez me disseram que anteontem, à noite, lá no Gospe Grosso, no meio de uma cervejada com os seus colegas de firma, você era o que mais falava e gesticulava, parecia exaltado, revoltado e desopilando um desabafo cheio de mágoa pela eliminação do Fernando no último paredão.

Tudo bem que você veja o programa todos os dias na sua casa. Ela é sua, assim como a televisão. Mas você não precisava ter jurado de pés juntos antes desse programa começar, que não iria ver um segundo dele, e ainda disse com cara de macho, batendo pés, dando murros nas próprias mãos, fazendo uma cara de babaca e fingindo estar aplicando uma força desgraçada nessa auto-flagelação, que considerava esse programa como o cocô do cavalo do bandido ou os pregos que furam os pneus da sua moto. Mas o pior de tudo foi a sua confissão, ao final, com cara de noivo desapropriado:

- “Puxa vida, fiquei inconsolado, pois foi uma puta de uma sacanagem! Eliminaram o Fernando, um cara tão legal e que era o meu preferido pra chegar à final Mas que ele foi macho, ah!, isso foi, sim! Tão dizenu que ele quase chorou, mas isso é mentiiiiiira, pois ele conseguiu segurar a barra até o fim, superando aqueles momentos tão terríííííííveis das despedidas. Foi tão triste! Eu fiquei em estado de choque e não consegui me controlar, e então, chorei! Não foi propriamente um choro, mas escorreu algumas lágrimas de meus olhos... E o que é que tem? Desde quando homem não pode chorar?”

Quer saber porque estou sabendo de alguns fatos sobre o BBB-8? É muito simples: basta abrir o Explorer pra entrar no meu servidor ao querer navegar pela web que já começam a aparecer notícias daquele bando de vagabundos, inundando, mesmo que eu não o queira, a minha visão de cenas eivadas de imundícies e fajutices. Eu estou mantendo a minha palavra, respeitando meus princípios próprios, inamovíveis e serenos, de não ver nem ler bosta nenhuma sobre esse programa, do qual não gosto, não gosto e não gosto!

Agora, você, Zé Mané, você não tem palavra, você quebrou a jura feita na frente de uma porrada de amigos... Vá enganar um pé de bananeira, Zé Mané!

I bibida prus músicus!

2 comentários:

Gustavo disse...

Puta que pariu até o Fernando "MALA" você arregaçou. Manda brasa meu pai.

Norival R. Duarte disse...

Gu!
Realmente não tenho acompanhado esse programa e a fofoca foi real.
E mais, o cara que estava se lamentando vestia camisa azul e calça preta, igual a um conjunto que você sempre usa e aos dos 15 caras que estavam com ele.
Beijão e abração.