terça-feira, 31 de março de 2009

O louco salva-vidas

Num determinado manicômio, um louco cai na piscina e começa a se afogar. Imediatamente, outro louco se atira na piscina e o salva da morte.

No dia seguinte, o diretor do manicômio vai ao quarto do "louco salva-vidas" e diz:

-Aceite meus parabéns! Vim pessoalmente para lhe dar duas notícias. A primeira é ótima! Você está recebendo alta! Depois do seu gesto heróico de salvar um interno, nossa equipe concluiu que você está curado, provando isso com aquela atitude heróica.

-A segunda notícia, infelizmente, não é boa!

Aquele interno que você salvou, foi encontrado morto hoje pela manhã... Suicidou-se... Enforcado num cinto...

- Não, senhor diretor, ele não se enforcou, eu pendurei ele para secar!
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
.
- I bibida prus músicus!

O mafioso, a advogada e o surdo

- Um chefão da Máfia descobriu que seu contador havia desviado dez milhões de dólares do caixa. O contador era surdo-mudo, razão pela qual fora admitido, pois nada poderia ouvir e, em caso de um eventual processo, não poderia depor como testemunha.

Quando o chefão foi dar um arrocho nele sobre os US$ 10 milhões, levou junto sua advogada, que sabia a linguagem de sinais dos surdos-mudos.

O chefão perguntou ao contador:

- Onde estão os U$10 milhões que você levou?

- A advogada, usando a linguagem dos sinais, transmitiu a pergunta ao contador, que logo respondeu (em sinais):

- Eu não sei do que vocês estão falando.

- A advogada traduziu para o chefão:

- Ele disse não saber do que se trata.

O mafioso sacou uma pistola 45 e encostou-a na testa do contador, gritando:

- Pergunte a ele de novo!

- A advogada, sinalizando, disse ao infeliz:

- Ele vai te matar se você não contar onde está o dinheiro.

O contador sinalizou em resposta:

- OK! Vocês venceram, vou dizer: o dinheiro está numa valise marrom de couro, que está enterrada no quintal da casa de meu primo Enzo, no nº 400, da Rua 26, quadra 8, no bairro Santa Marta!

- O mafioso perguntou para advogada:

- O que ele disse?

- A advogada respondeu:

- Ele disse que não tem medo de viado e que você não é macho o bastante para puxar o gatilho.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Terceira idade

- Clica na imagem para ampliá-la -

- I bibida prus músicus!

Dica judaica de economia

Um senhor, perdido na rua, vai até um bar e pergunta:

— O senhor sabe onde mora o seu Jacó?

— O judeu? Sei sim! É só seguir até o final da rua. É uma casa azul com um monte de papel higiênico secando no varal.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Telegrama português

- I bibida prus músicus!

Requiem in pacem, Ankito!

Morreu ontem um dos grandes nomes do período do cinema brasileiro conhecido como chanchada.

Nascido Anchizes Pinto, em São Paulo, em 26 de fevereiro de 1924, o ator tinha 85 anos e perdeu a batalha que travava contra um câncer no pulmão. Começou no circo com sete anos de idade, era filho do palhaço Faísca e sobrinho de outro palhaço que também fez história, o Piolim. Tinha, portanto o circo nas veias!

Me deixa muita saudade, juntamente com outros comediantes que partiram antes dele, como Zé Trindade, Carequinha e Fred, Grande Otelo, Oscarito e muitos outros.

Obrigado, Ankito, pelas alegrias que me proporcionou. Descanse em paz!

(Ankito, prestenção! Botei o seu requiem aqui no meu blog no meio de um monte de piadas, pra depois que você lê-las, contar pra turma gozadora daí de cima.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Freirinhas no céu

Um trem bate em um ônibus cheio de freiras, todas morrem e vão pro céu. Elas estão em fila na frente de São Pedro, o porteiro do céu, esperando para atravessarem os portões do Paraíso.

Então, São Pedro pergunta à primeira freira:

- Irmã Teresa, você alguma vez teve contato com um pênis?

A irmã sorri timidamente, e responde:

-Bem eu toquei a cabeça de um, só com a pontinha do meu dedo.

-Bem, - diz São Pedro. - enfie a ponta do dedo nesta bacia de água benta, atravesse o portão e pode entrar no céu.

- São Pedro pergunta à segunda freira:

- Irmã Rosa, você alguma vez teve contato com um pênis?

A irmã reluta um pouco, mas responde:

-Bem uma vez acariciei um, só de leve...

Sendo assim, - determina São Pedro - enfie a mão toda na água benta, atravesse o portão e pode entrar no céu também.

De repente, forma-se um tumulto na fila das freiras, uma delas começa a empurrar as outras para passar na frente. Quando a freirinha afoita chega ao início da fila, São Pedro pergunta:

-Irmã, irmã: qual é o motivo da pressa?

E a freira responde:

-É que se eu vou ter que fazer gargarejo com essa água, é melhor fazer agora, antes que a Irmã Clarice lave a bunda nela..

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Cuidado com as unhadas do seu cachorro!

Na sala de espera de um consultório veterinário, um gato conversa com um pastor alemão.

- "Eu estou aqui para ser castrado." - Dizia o gato.

- "Por quê?" - Perguntou o pastor alemão.

- "Eu aprontava bacanais com as gatas da vizinhança e minha dona, inconformada com o barulho que eu fazia todas as noites, resolveu me castrar. E você, por que está aqui?"

- "Eu estava em casa sem nada para fazer, quando minha dona, que tinha acabado de sair do banho, abaixou-se para apanhar algo debaixo do armário. Ao ver aquela bunda, perdi a noção do perigo, subi nela e meti-lhe a vara! O ombro dela ficou todo arranhado..."

- "Nooossa!" - Espantou-se o gato. - "Ela também vai castrá-lo por isso?"

- "Não! Ela me mandou aqui só pra cortar e lixar as unhas..."

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

A vingança serve-se crua

Um dia, um garoto de 12 anos entra num bordel arrastando um gato morto por um barbante. Ele coloca uma nota de R$ 50,00 no balcão e diz:

- Quero uma puta!

A cafetina, olhando para o garoto, responde:

- Você não acha que é um pouco jovem pra isso?

Ele coloca uma segunda nota de R$ 50,00 no balcão e repete:

- Quero uma mulher, ô cacete!

- Tá certo! - responde ela - Senta aí que vem uma dentro de meia hora...

Ele a interrommpe, põe outra nota de R$ 50,00 e esbraveja:

- Tem que ser agora! E ela tem que ter gonorréia! Ouviu bem?

A cafetina franze a testa, ia começar a perguntar o por quê, mas ele estica mais uma nota de R$ 50,00 e repete:

- E não se esqueça: ela tem que ter gonorréia!

Alguns minutos depois chega uma puta. Eles sobem a escada (ele arrastando o gato morto). No quarto, a tal faz o seu trabalho. Quando ele está saindo, a cafetina lhe pergunta:

- Tudo bem, mas por que você queria uma mulher com gonorréia?

- Quando eu voltar pra casa, eu vou transar com a babá, e quando o papai voltar pra casa, ele vai levar a babá pra casa dela e vai transar com ela.

Quando ele voltar para casa, vai transar com a mamãe e amanhã de manhã, depois que o papai sair pro trabalho, à mamãe vai transar com o leiteiro. O leiteiro é o filho-da-puta que atropelou meu gatinho!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

O chinês e Spielberg

Um chinês entra num bar da moda em New York, quando vê o Steven Spielberg entrar e pensa: - Puxa vida! Como gostaria de conhecê-lo!

Mas Spielberg, ao passar por ele, dá-lhe uma tremenda porrada na cara, que faz sangrar o seu nariz.

- Hei! Por que você fez isso? - Pergunta o chinês.

- Vocês, japoneses, mataram o meu avô quando bombardearam Pearl Harbor!

- Mas eu não sou japonês! Sou chinês, porra!
.
- Chineses, tailandeses, japoneses.... Pra mim é tudo a mesma merda!

Spielberg se senta numa cadeira, quando o chinês chega por trás dele e dá-lhe um tapaço na orelha, daqueles de fazer o cara ficar tonto.

- Quê que é isso, ô cara? Pra quê isso, seu imbecil? - Pergunta Spielberg.

- Minha avó estava no Titanic, seu filho-da-puta!

- Mas não fui eu quem afundou a merda do Titanic! Foi um iceberg, seu idiota!

- Iceberg, Gutenberg, Spielberg... Pra mim é tudo a mesma merda!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Sobre aquela rua bagunçada em Resende...

Pois é! Depois da publicação daquela matéria sobre a minha rua – a Arnaldo Duarte, no Bairro Manejo – tive minha caixa de entrada locupletada com milhaaaares de emails de amigos e amigas, solidarizando-se comigo e dando o apoio morau i pissicílogicu. Responder a todos é uma tarefa quase impossível, mas desvencilho-me deles satisfatoriamentemente, acredito, rapidamente, com este post, com imagens capturadas ontem cedo. Então, vamu qui vamu!

Depois que as varredoras da prefeitura passaram por aqui, três dias após aquela podada da capinzada muito da sem-vergonha , vistas da calçada da minha casa, em primeiro plano na foto, a calçada e a rua ficaram assim:

- Indo pro botequim, encontramos essa lixaiada espalhada na calçada, devidamente visitada pelos lindos vira-latas do pedaço;

- Mais à frente, esses entulhos de alguma demolição, que deve ficar aí por uns seis meses, de acordo com ocorrências e observações anteriores;

- Essas tranqueradas, na verdade estruturas feitas com cantoneiras de aço, finalmente foram, pur incrivéu qui aparessa, levadas por algum abençoado catador de ferro velho, ontem à tarde.

Ditu isso tudu, permaneço calminho, calminho, pois sei que esse será um pobrema que existirá por muitu tempu, pelo menos enquanto eu morar nela. O mó ploblema é que não pretendo mudar dessa rua nunca, nem que a vaca, o touro, o boi, o touruno, o toiruno, o bezerro, a bezerra ou o chamurro tussam (Eita, Aulete Digital! Muito bom! Quer ter esse bicho no seu computador, grátis? São 25,9 Mb de informações e totalmente free. Faça o download agora!).

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- A dica para o download do Dicionário do Aulete, versão digital, é do meu amigo Ery Roberto Corrêa, do blog Infinito Positivo. Quer conferir a dica dele? Clicaqui!

- (Acho que essa dica do Ery é a melhor coisa desta minha postagem!)

- I bibida prus músicus!

Outdoor na minha rua 007

Pra ir pro meu blog Opaquio, clicaqui! Já pra ir pro Janelas, Portas e Afins, clicaqui! E aproveita a temporada do caqui, que está sobrando nas prateleiras dos supermercados e dos hortifrutas e está com um precinho bem legal!

- - - - - - - - - -

- I bibida aprus músicus!

sábado, 28 de março de 2009

Alegrando o seu fim de semana


Faça uma pausa de cinco minutos, agora, clicaqui e fique mais alegre por todo esse restinho de fim de semana. E pra semana que vem tombém, ora pois!

Eu jamais havia visto e ouvido coisa igual! A edição deste vídeo é de tirar o chapéu e você irá encontrar pessoas que você jamais imaginou que iria encontrar, mesmo visualmente, apresentadas espetacularmente nele, numa realidade que só os atuais meios de comunicação permitem.

Prepare-se para viajar por três continentes! E delicie-se!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Fontes: Blog do Fernando Stickel – Aqui tem coisa, Blog da Video.com

- I bibida prus músicus!

Joãozinho no Circo

Joãozinho vai ao circo.
Lá pelas tantas, o apresentador anuncia:
- Dou três mil reais para quem fazer nosso elefante saltitar, sentar e falar! Alguém se oferece? Tem algum peitudo no meio dessa platéia toda?
Joãozinho levanta a mão e diz:
- Eu faço isso tudo, mas tem que apagar a luz!
E as luzes se apagam.
Joãozinho dá um chute no saco do elefante, as luzes se acendem e o elefante já está saltitando de dor.
Toda a platéia aplaude.
Diz o apresentador do circo;
- Segunda tarefa: - Tem que fazê-lo sentar!
- Apaga a luz! - Diz Joãozinho.
E as luzes se apagam novamente.
Joãozinho pega um taco de beisebol, dá uma big cacetada nos grãos do elefante e quando as luzes se acendem, todo o mundo vê o bicho com a bunda arriada no chão.
A platéia volta a aplaudir Joãozinho, freneticamente.
- Incrível! - Diz o apresentador. E continua: - Terceira e última tarefa, a mais difícil de todas: tem que fazer nosso elefante falar!
- Apaga a luz! - Diz Joãozinho.
- Não apaga a porra da luz, não, ô cacete! E levem esse moleque pra longe daqui! - Grita elefante!
E Joãozinho ganhou os três mil paus! He-he-he!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- Mas que piadinha muita da filha-da-puta, fala a verdade, ô meu!

- I bibida prus músicus!

sexta-feira, 27 de março de 2009

Porque os cães mordem seus donos - 5

- Para ver todas as imagens publicadas desta série, clicaqui!

- I bibida prus músicus!

Com jeito vai - 7

- Para ver todas as imagens publicadas desta série, clicaqui!

- I bibida prus músicus!

quinta-feira, 26 de março de 2009

Para melhorar o Português

Esta é do Prof. Pasquale Cipro Neto, graaaande professor de português

Frases erradas tantas vezes repetidas com as quais a gente já se acostumou:

a) Planos ou projetos para o futuro.

- Você conhece alguém que faz planos para o passado? Só se for o Michael J. Fox no filme "De volta para o Futuro“!

b) Criar novos empregos

- Ora, bolas, alguém consegue criar algo velho?

c) Habitat natural.

- Todo habitat é natural; consulte um dicionário.

d) Prefeitura Municipal.

-No Brasil só existem prefeituras nos municípios. Aliás, ainda bem!

e) Conviver junto.

- É possível conviver separadamente?

f) Sua autobiografia.

- Se é autobiografia, já é sua.

g) Sorriso nos lábios.

- Já viu sorriso no umbigo?

h) Goteira no teto.

- No chão é impossível!

i) Viúva do falecido.

- Até prova em contrário, não pode haver viúva se não houver um falecido.

j) General do Exército.

- Só existem generais no Exército.

k) Brigadeiro da Aeronáutica.

- Só existem brigadeiros na Aeronáutica.

l) Almirante da Marinha.

- Só existem almirantes na Marinha.

m) Manter o mesmo time.

- Pode-se manter outro time?!

n) Labaredas de fogo.

- De que mais as labaredas poderiam ser? De água?

o) Pequenos detalhes.

- Existem grandes detalhes?

p) Erário público.

- O dicionário ensina que erário é o tesouro público, por isso, erário só basta!

q) Despesas com gastos.

- Despesas e gastos são sinônimos!

r) Encarar de frente.

- Você conhece alguém que encara de costas ou de lado?

s) Monopólio exclusivo.

- Ora, pílulas, se é monopólio, já é total ou exclusivo...

t) Ganhar grátis.

- Alguém ganha pagando?

u) Países do mundo.

- E de onde mais podem ser os países?

v) Exultar de alegria.

- Você consegue exultar de tristeza?

Pense bem, antes de dizer essas frases...

- - - - - - - - - - - - - - -

- Abs Célia Borges, Língua Portuguesa

- I bibida prus músicus!

Afinal, o quê é sexo?

Finalmente, uma sexóloga lisboeta nos explica tudo:

Segundo os médicos, é uma doença, porque acaba sempre na cama;

Para os advogados, é uma injustiça, porque há sempre um que fica por baixo;

Segundo os alentejanos, é uma máquina perfeita, porque é a única em que se trabalha deitado;

Segundo os arquitectos, é um erro de projecto, porque a área de lazer fica muito próxima da área de saneamento;

Segundo os políticos, é um acto de democracia perfeito, porque todos gozam independentemente da posição;

Segundo os economistas, é um efeito perverso, porque entra mais do que sai. Às vezes, nem se sabe bem o que é activo, passivo, ou se há valor acrescentado;

Segundo os contabilistas, é um exercício perfeito: entra o bruto, faz-se o balanço, tira-se o bruto e fica o líquido. Em alguns casos, pode ainda gerar dividendos;

Segundo os matemáticos, é uma equação perfeita. A mulher coloca a unidade entre parênteses, eleva o membro à potência máxima e extrai-lhe o produto, reduzindo-o à sua mínima expressão;

Segundo os psicólogos, é fodido de explicar.

- - - - - - - - - - - - - - -

Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.

- I bibida prus músicus!

Prova de Química

Na prova do Curso de Química, foi perguntado:

- Qual a diferença entre SOLUÇÃO e DISSOLUÇÃO?

Resposta de um aluno:

- Colocar UM dos NOSSOS POLÍTICOS num TANQUE DE ÁCIDO para que DISSOLVA é uma DISSOLUÇÃO. Colocar TODOS é uma SOLUÇÃO.

- - - - - - - - - - - - - - -

Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.

- I bibida prus músicus!

Conto de fadas moderno

Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa, independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com a conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse:

- Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito! Mas, uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo e formoso príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre.

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sauté, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava:

- Nem fodendo!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E a Francine Grossi, que foi quem me enviou esta piada, arremata: "- Lembre-se que é um conto de fadas moderno e um ponto de vista também moderno!"

- I bibida prus músicus!
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
.
upDate em 01.04.2009: Acabei de descobrir que essa crônica é do Luis Fernando Veríssimo e que a frase com que ele termina ela é "- Eu, hein?... nem morta!".
.
Quer conferir? Clicaqui!

terça-feira, 24 de março de 2009

Fotos memoráveis de Resende - 1

- Clica na imagem para ampliá-la -

Na Praça do Centenário, na região central da cidade, o seu nascedouro, localiza-se o Palacete construído no século XIX pelo Padre Marques da Mota, onde foi instalada a máquina que imprimiu o primeiro jornal de Resende - “O Gênio Brasileiro”. Era considerada a residência mais confortável da cidade e foi requisitada para hospedar a Princesa Isabel e o Conde d’Eu quando visitaram a cidade em 1868, assim como para vários governadores de Estado.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Foto publicada no blog ce-alves.fotos, do Dr. Carlos Eduardo Alves, que teve a gentileza de nos informar da sua existência por meio de um comentário postado no Site Oficial de Resende;

- Texto copiado do blog Turismo no Vale do Café, de Nikson Salem, de Barra Mansa, ciclista fervoroso, que nos seus passeios pela região fotografa tudo o que vê de bonito - E bota bonito nisso! – e publica no seu outro blog, o Ciclo Turismo BM.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Enquanto Rambo não chega...

ooooooo- Clica na imagem para ampliá-la e ficar impressionado(a) -

Soldados dos Estados Unidos retornando do Afeganistão em 26 de fevereiro de 2009. O avião deve ser um Hércules C-130 ou S-135. Dá pra contar bem uns 150 soldados dentro do avião.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Foto de Vyacheslav Oseledko/AFP/Getty Imagens.

- Fonte: Blog de Boston.com.

- I bibida prus músicus!

Modéstia baiana! Fazer o quê, né?

Estava num passeio por Roma quando ao visitar a Catedral de São Pedro fiquei abismado ao ver uma coluna de mármore com um telefone de ouro em cima. Vendo um jovem padre que passava pelo local perguntei a razão daquela ostentação. O padre então me disse que aquele telefone estava ligado a uma linha direta com o paraíso e que se eu quisesse fazer uma ligação teria de pagar 100 dólares.

Fiquei tentado, porém, declinei da oferta.

Continuando a viagem pela Itália, encontrei outras igrejas com o mesmo telefone de ouro na coluna de mármore. Em cada uma das ocasiões perguntei a razão da existência e a resposta era sempre a mesma: linha direta com o paraíso ao custo de 100 dólares a ligação.

Depois da Itália vim para o Brasil, direto para Salvador. Ao visitar a nossa gloriosa Catedral, na famosa Praça do Terreiro de Jesus, fiquei surpreso ao ver novamente a mesma cena: uma coluna de mármore com um telefone de ouro. Sob o telefone, um cartaz que dizia: LINHA DIRETA COM O PARAÍSO - PREÇO POR LIGAÇÃO = R$ 0,25 (vinte e cinco centavos).

Não agüentei e lasquei:
.
- Padre! Viajei por toda a Itália e em todas as catedrais que visitei vi telefones exatamente iguais a este, mas o preço da chamada era de 100 dólares. Por que aqui é somente R$ 25 centavos?

O Padre sorriu e disse: - Meu Rei, você está na Bahia! Aqui a ligação é local.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Abs: Minha irmã Aninha, que mora em Salvador. Tinha que ter vindo de lá!

-I bibida prus músicus!

segunda-feira, 23 de março de 2009

Uma rua bagunçada em Resende







Tem momentos nos quais me sinto morando numa rua da periferia de Tóquio ou outra grande cidade japonesa, em cujas calçadas são abandonados móveis, colchões, sofás, tvs, aparelhos de som, geladeiras, eletrodomésticos, talvez até penicos, e tudo que seja “velho” ou cuja tecnologia tenha sido superada, ou que os japas que os jogaram ali tenham ficado enjoados com a sua cor ou uma outra picuinha particular qualquer. Li, em algum lugar, que lá existe uma empresa tocada por brasileiros niseis, nisseis, ou sanseis, ou sei lá o quê, que recolhem esses trambolhos e os vendem pra outros brasileiros, cheios e ansiosos de expectativa de acumularem alguma merreca pra depois a queimarem quando voltarem pro Brasil, comprando-os, porque a maioria desses trambolhos (os objetos, não as pessoas) se encontra em bom estado de conservação ou mesmo em perfeito funcionamento.

É sinal da riqueza do povo daquele país. Assim, por extensão, poderíamos dizer que o povo brasileiro também está ficando rico, ao abandonarem nas nossas ruas trambolhadas de todos os tipos, semelhantes às dos japoneses, pelas nossas ruas e calçadas?

– Leda ilusão! O que ocorre é que fizeram desta calçada da minha rua – Rua Prefeito Arnaldo Duarte, Bairro Manejo - exatamente a calçada pela qual ando pra ir e voltar pro e do meu botequim, uma verdadeira lixeira (foto 1), estando sempre entulhada de bagulhos dos mais diversos tipos, como móveis, colchões, restos de construções, tratando-se de lixos não recolhíveis pelo serviço de coleta municipal. Serve ainda como depósito de areia e outros que tais para obras tocadas nas residências de moradores da rua.

Antes que me esqueça, devo dizer que os dois distintos sofás foram devidamente levados dali em menos de duas horas, período entre a tomada da foto e a saída seguinte da minha casa até o botequim.

Ontem, um mês depois da tomada da foto daqueles sofás, fotografei novo descarte no mesmo local da rua, desta vez com três carcaças de máquinas de lavar roupas, completamente explodidas (foto 2). Só não deixaram os motores e já faz mais de uma semana que as tranqueiras permanecem ali. Os catadores de trambolhos ou de ferro velho não estão, seguramente, interessados nos enferrujados dejetos, talvez por causa de seus volumes.

Ao lado dos senhores sofás da primeira foto, temos esta outra imagem mostrando uma tentativa heróica de sobrevivência de alguns capins exclusivos da Mata Atlântica (foto 3), o que é lindo, mas que também atravanca a calçada de tal forma que, como no caso anterior, a sua destinação principal – o trânsito de pedestres – é impossível!

Hoje cedo, como a prever toda a minha ira, todo o ódio enrustido no meu coração e antes que tudo isprudisse, veio um funcionário da prefeitura - Unzinho apenas! - com uma maquineta de corte movida à gasolina e deu uma podada muita da sem-vergonha (Era assim! E agora: senvergonha ou semvergonha?) no matagal. Vejam na foto 4 como ficou o trabalho executado, que deveria ser acompanhado de uma bela capinada, ora pois!

A lagoa da foto 5 parece ser de caráter permanente, mormente com toda essa chuvarada do verão que se foi e as do outono, que mal começaram. E tome mais capins da Mata Atlântica! Também obrigam os pedestres a andarem pela rua.

O pedestre, o cidadão, malgrada a sua paciência de descer o meiofio e caminhar junto a ele pela rua, tem de se conformar com a negligência dos serviços municipais responsáveis pela manutenção das vias públicas, calçadas incluídas. E o desatino não para por aí: a todo o momento, veículos estacionam de ambos os dois (Eita, coisa bonita, sô! He-he!) lados da rua (foto 6), oferecendo como opção aos destemidos pedestres a caminhada pelo meio da mesma, a disputar por espaço com eles no tráfego da dita cuja. E neste ponto reside uma das características principais dela: é uma via de acesso que ganha importância pelo significativo movimento de veículos nos rushs diários que demandam para a ou da Avenida Cel. Mendes, que por sua vez é uma das vias de maior movimento de Resende.

Não se tratasse de uma rua estreita, com suas calçadas também estreitas, esses pobremas não existiriam, seguramente. MAS SE ESSA CALÇADA FOSSE LIMPA PERIODICAMENTE, os pedestres não teriam do que reclamar e, por conseguinte, não precisariam correr o risco de serem atropelados num momento de descuido, tanto deles quanto de motoristas igualmentemente descuidados.

Como se já não bastasse a estreiteza das calçadas, a que fica do outro lado da rua tem mais um (Um não, vários!) postes da companhia telefônica que, sozinhos, impedem o passagem dos pedestres pela calçada (foto 7). Some-se a eles a lixarada deixada aos pés deles e a parada de carros logo em suas frentes, o que também obriga o pedestre a caminhar pelo meio da rua, com todos os riscos de atropelamento e morte com esmagamento do cérebro, ou quebra da espinha na 3ª vértebra, pra ficar paraplégico logo de uma vez, ou trituramento de fêmures ou de tíbias, tudo descansando sobre uma baita poça de sangue ou tripas esparramadas pra tudo quanto é lado!

E na foto 8, o mais novo símbolo de desrespeito de uma empresa estadual, a CEG, para com os moradores, não apenas desta rua, mas para com todos os habitantes de Resende, pois a dita cuja, ao passar os tubos para condução do gás, há alguns anos, precisou abrir uma valeta para em seguida enterrá-los. Para isso, teve que retirar primeiramente os paralelepípedos das áreas selecionadas. No final, com os tubos enterrados, meteu asfalto sobre as valetas, e apenas sobre elas, desbonitando por completo o que já não era coisa nenhuma que merecesse palmas. Pelo contrário: proporciona-nos, sim, homéricas topadas, principalmente pros bebuns e pras pessoas idosas que por ela transitam. Eu já vi uma senhora de uns 80 anos, que seguia pra missa na Igreja Santa Cecília, que fica pertinho da minha casa, dar uma big tropicada num dos muitos paralelepípedos salientes do calçamento, cair e, para meu espanto, soltar um alto e justificado “- Filho-da-puuuuta!”. Até os santos que estavam em seus altares no interior da igreja, ao ouvirem tal e tão sincera exclamação, pularam fora, correram e se esconderam na sacristia!

A parte asfaltada pela CEG está sempre toda esburacada, fenômeno que se acentua com as chuvas; a CEG deveria deixar a rua com o calçamento original ou asfaltar toda a rua; a prefeitura deveria cobrar uma dessas atitudes da CEG.

E chega, por hoje, de falar dos pontos negativos da minha rua. Quando descobrir algum positivo, bolo nova reportagem!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

I bibida prus músicus!

domingo, 22 de março de 2009

Eita Gauchada!

Cinco amigos: um carioca, um paulista, um mineiro, um paranaense e um gaúcho, estão tomando cerveja em um bar e inicia-se uma discussão interminável de qual seria o melhor estado do Brasil.

O carioca logo saiu dizendo:- Não há dúvida, o Rio é o melhor: tem a cidade mais bela do mundo, o povo mais alegre, muito sol, futebol, carnaval e as mulheres mais quentes do Brasil, e tem o Garotinho.

O paulista, engasgado pela dianteira do carioca, disse:- Não tem a menor dúvida que é São Paulo, pois é a usina que movimenta o Brasil,tem a maior metrópole da América Latina, o povo mais trabalhador, mais rico, e tem o Lula.

Rapidinho o mineiro disse:- Minas, sô, não tem praia, mas tá perto, tem a melhor culinária, a melhor cachaça, e também tem Itamar Franco.

Depois o paranaense:- O melhor é o Paraná: tem Curitiba que é a melhor cidade do Brasil pra se morar, é um grande produtor de alimento, tem um grande porto para exportar as nossas riquezas, e tem o Lerner.

Como o gaúcho não se manifestou, eles perguntaram:- E aí, gaúcho, por que está tão quieto, qual é a sua opinião?

O gaúcho finalmente respondeu: - Pra mim é Santa Catarina, o melhor estado.

- Ué, Gaúcho, não vai defender o seu estado? Por que Santa Catarina?

- Porque é Santa Catarina que separa o Rio Grande do Sul de toda essa bosta aí de cima!

- - - - - - - - - - - - - - -

Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.
.
- I bibida prus músicus!

Pragmatismo de advogado

Um padre, um médico e um advogado jogavam golfe. Na sua frente iam dois jogadores muito lentos que atrapalhavam a progressão dos três.

Às tantas, aborrecidos por tanta lentidão, chamaram um dos caddies dos outros dois e perguntaram a razão do jogo tão lento. Diz o auxiliar:

- Aqueles senhores são membros de honra deste clube. Um dia houve um incêndio aqui e eles sozinhos salvaram 30 pessoas de morte certa. Mas ficaram cegos.

Diz o padre:

- Vou pedir a Deus que lhes devolva a visão.

Diz o médico:

- Vou procurar um colega oftalmologista que os observe, para ver se ainda há possibilidade de recuperarem e voltarem a ver.

Diz o advogado:

- Porque é que eles não jogam de noite?
.
- - - - - - - - - - - - - - -

Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.
.
- I bibida prus músicus!

No aeroporto

No aeroporto, os passageiros esperavam a chamada para embarcar num vôo. Aparece o co-piloto, todo uniformizado, de óculos escuros e de bengala branca tateando pelo caminho.

A atendente da companhia o encaminha até o avião e assim que volta explica, diante do espanto de todos, que apesar dele ser cego é o melhor co-piloto da companhia.

Alguns minutos depois chega outro funcionário também uniformizado, de óculos escuros, de bengala branca e amparado por duas aeromoças.

A atendente mais uma vez informa que apesar dele ser cego é o melhor piloto da empresa e tanto ele como o co-piloto fazem a melhor dupla da companhia.

Todos os passageiros embarcam no avião preocupados com os pilotos.

O comandante avisa que o avião vai levantar vôo e começa a correr pela pista cada vez com mais velocidade.

Todos os passageiros se olham, suando, com muito medo da situação.

O avião vai aumentando a velocidade e nada de levantar vôo.

A pista está quase acabando e nada do avião sair do chão.

Todos começam a ficar cada vez mais preocupados.

O avião correndo, e a pista acabando.

O desespero toma conta de todo mundo.

Começa uma gritaria histérica no avião.

Nesse exato momento o avião decola, ganhando o céu e subindo suavemente. O piloto vira para o co-piloto e diz:

- Se algum dia o pessoal não gritar, a gente se f.....!

- - - - - - - - - - - - - - - --
.
Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.
.
- I bibida prus músicus!

Uma cena da recessão na China

n ooooooo- Clica na imagem para ampliá-la e ficar impressionado(a) -
.
Na China, em Hefei, na Província de Anhui, no começo deste mês, milhares de desempregados acorrem a uma chamada de candidatos a emprego. Pelo menos 20 milhões de 130 milhões de trabalhadores migratórios da China ficaram desempregados depois que dezenas de milhares de fábricas de trabalho intensivo voltadas à exportação fecharam devido à crise financeira global. Esquemas de treinamento de emprego de funcionários migratórios estão aparecendo em toda a China, conforme informou a Agência de Notícias de Xinhua.

- - - - - - - - - - - - - - - -

- Fonte: Blog bostom.com. Veja outras cenas pelo mundo afora como resultado dessa crise financeira internacional clicando aqui, agora!

- I bibida prus músicus!

sábado, 21 de março de 2009

Cooperativismo Alentejano

Numa reunião da Cooperativa Alentejana:

- Compadres, este ano vamos comprar uma máquina nova para apanhar azeitonas, que faz tudo sozinha: ela recolhe as azeitonas das árvores, separa as folhas e ramos partidos e até retira os caroços. Vamos aumentar em muito a nossa produtividade e poupar muito na mão-de-obra.

- Isso parece realmente muito bom, compadre, mas diga-me lá, essa máquina também faz sexo?

- Han? Sexo? Ôh, compadre, claro que não!

- Antão deixe-se lá dessas modernices, ôh compadre, e mande vir as mulheres do ano passado!

- - - - - - - - - - - - - - - -

- Fonte: Blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli.

- I bibida prus músicus!

Projeto obriga políticos a matricularem seus filhos em escolas públicas

Trata-se de um movimento de apoio à idéia do Senador Cristovam Buarque, que era candidato a presidente com a proposta da educação. Ele apresentou um projeto de lei propondo que todo político eleito (vereador, prefeito, deputado, etc.) seja obrigado a colocar os filhos na escola pública.As conseqüências seriam as melhores possíveis. Quando os políticos se virem obrigados a colocar seus filhos na escola pública, a qualidade do ensino no país irá melhorar. E todos sabem das implicações decorrentes do ensino público que temos no Brasil.

SE VOCÊ CONCORDA COM A IDÉIA DO SENADOR, DIVULGUE ESSA MENSAGEM no seu dia-a-dia e pela internet (em cópia oculta e apague o endereço de quem lhe enviou, para evitar SPAM).. E ajude a REALIZAR essa idéia. Ela pode, realmente, mudar a realidade do nosso país. O projeto PASSARÁ, SE HOUVER A PRESSÃO DA OPINIÃO PÚBLICA.
.
PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 480 , DE 2007
.
Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.
.
O CONGRESSO NACIONAL decreta:
.
Art. 1º Os agentes públicos eleitos para os Poderes Executivo e Legislativo federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal são obrigados a matricular seus filhos e demais dependentes em escolas públicas de educação básica.

Art. 2º Esta Lei deverá estar em vigor em todo o Brasil até, no máximo, 1º de janeiro de 2014.
.
Parágrafo Único. As Câmaras de Vereadores e Assembléias Legislativas Estaduais poderão antecipar este prazo para suas unidades respectivas.

JUSTIFICAÇÃO: No Brasil, os filhos dos dirigentes políticos estudam a educação básica em escolas privadas. Isto mostra, em primeiro lugar, a má qualidade da escola pública brasileira, e, em segundo lugar, o descaso dos dirigentes para com o ensino público.

Talvez não haja maior prova do desapreço para com a educação das crianças do povo, do que ter os filhos dos dirigentes brasileiros, salvo raras exceções, estudando em escolas privadas.

Esta é uma forma de corrupção discreta da elite dirigente que, ao invés de resolver os problemas nacionais, busca proteger-se contra as tragédias do povo, criando privilégios.

Além de deixarem as escolas públicas abandonadas, ao se ampararem nas escolas privadas, as autoridades brasileiras criaram a possibilidade de se beneficiarem de descontos no Imposto de Renda para financiar os custos da educação privada de seus filhos.

Pode-se estimar que os 64.810 ocupantes de cargos eleitorais - vereadores, prefeitos e vice-prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores e seus suplentes, governadores e vice-governadores, Presidente e Vice-Presidente da República - deduzam um valor total de mais de 150 milhões de reais nas suas respectivas declarações de imposto de renda, com o fim de financiar a escola privada de seus filhos alcançando a dedução de R$ 2.373,84 inclusive no exterior. Considerando apenas um dependente por ocupante de cargo eleitoral.

O presente Projeto de Lei permitirá que se alcance, entre outros, os seguintes objetivos:

a) ético: comprometerá o representante do povo com a escola que atende ao povo;

b) político: certamente provocará um maior interesse das autoridades para com a educação pública com a conseqüente melhoria da qualidade dessas escolas.

c) financeiro: evitará a "evasão legal" de mais de 12 milhões de reais por mês, o que aumentaria a disponibilidade de recursos fiscais à disposição do setor público, inclusive para a educação;

d) estratégica: os governantes sentirão diretamente a urgência de, em sete anos, desenvolver a qualidade da educação pública no Brasil.

Se esta proposta tivesse sido adotada no momento da Proclamação da República, como um gesto republicano, a realidade social brasileira seria hoje completamente diferente. Entretanto, a tradição de 118 anos de uma República que separa as massas e a elite, uma sem direitos e a outra com privilégios, não permite a implementação imediata desta decisão. Ficou escolhido por isto o ano de 2014, quando a República estará completando 125 anos de sua proclamação. É um prazo muito longo desde 1889, mas suficiente para que as escolas públicas brasileiras tenham a qualidade que a elite dirigente exige para a escola de seus filhos.

Seria injustificado, depois de tanto tempo, que o Brasil ainda tivesse duas educações - uma para os filhos de seus dirigentes e outra para os filhos do povo, como nos mais antigos sistemas monárquicos, onde a educação era reservada para os nobres.

Diante do exposto, solicitamos o apoio dos ilustres colegas para a aprovação deste projeto.

Sala das Sessões, Senador CRISTOVAM BUARQUE

- - - - - - - - - - - - - - -
- Matéria copiada do blog Drops Azul Anis S, do meu amigo Eduardo P. Lunardelli, denominado por ele mesmo de um blog insólito (política, piadas & peladas).

- I bibida prus músicus!

Clodovil Hernandes: sem medo de se envolver em polêmicas

ooooooClodovil trajado para musical escrito por ele em 2006

Língua afiada rendeu uma série incontável de desafetos ao estilista, apresentador e deputado federal

Os comentários ferinos do Clodovil Hernandes renderam-lhe uma série de inimizades ao longo de sua carreira como estilista, apresentador de TV e também como deputado federal. De Marta Suplicy a Luciana Gimenez, poucos escaparam de sua acidez.
.
Desbocado, ele se encrencou logo no início do mandato depois de afirmar que “as mulheres hoje em dia trabalham deitadas e descansam de pé”. No calor de uma discussão sobre o caso com a deputada Cida Diogo (PT-RJ), chamou-a de “feia”, o que deixou a parlamentar profundamente ofendida.
.
Antes mesmo de ser eleito, chamou a atenção durante a campanha com um bordão irreverente: “Brasília nunca mais será a mesma”. Homossexual assumido, também brincou com o número de inscrição, 3611. “Por que eu escolho o 11? Meu amor, porque 24 já era. Agora é um atrás do outro.”
.
Críticas no ar
.
Na TV, brigou com os integrantes do humorístico “Pânico”, da Rede Tv!, que o perseguiam para que calçasse “sandálias da humildade”. Então apresentador do programa ao vivo “A Casa é Sua”, na mesma rede, ele chamou de “imbecil” o líder do humorístico, Emílio Surita. O episódio fez com que os programas de Clodovil passassem a ser gravados e, mais tarde, influenciou seu afastamento do canal – foi sua sétima demissão e, segundo ele, “por fax a primeira”.
.
Ao vivo, também chamou a então prefeita Marta Suplicy de "perua" e lançou críticas à apresentadora e modelo Luciana Gimenez.Sua saída da Rede Tv! aconteceu após um comentário sobre a também apresentadora e colega de emissora Luísa Mell. Durante uma gravação, ele mostrou a Playboy com entrevista e fotos da jovem e afirmou: “quando ficar velha, a ela só restará fazer filme pornô".
.
A cena não foi exibida. A falta de pudores lhe rendeu uma passagem relâmpago pela Rede Mulher. Foram apenas duas semanas no ar. A Igreja Universal comprou o canal e considerou que a imagem do estilista não era compatível com a programação.No mundo da moda, é célebre sua rivalidade com o também estilista Ronaldo Ésper, que o substituiu na Rede Tv!. Clodovil chegou a processá-lo pelas críticas sofridas no programa, mas a Justiça resolveu não impedir que seu nome fosse citado no programa.
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Matéria integralmente copiada da Abril.com. Foto idem.

- Taí! Eu gostava dele!

- I bibida prus músicus!

Bebe, nazarento! - 1

- I bibida prus músicus!

Com jeito vai - 6


- Para ver todas as imagens desta série já publicadas, clicaqui!

- I bibida prus músicus!

sexta-feira, 20 de março de 2009

Semana Mundial do Melhor Amigo



Você conhece o relacionamento entre seus dois olhos?

Eles piscam juntos, eles se movem juntos, eles choram juntos, eles vêem coisas juntos e eles dormem juntos, embora eles nunca vejam um ao outro...

A amizade deveria ser exatamente assim!

Estamos na SEMANA MUNDIAL DO MELHOR AMIGO

Quem é seu melhor amigo? Se quiser, transforme este post numa mensagem e envie para todos os seus melhores amigos. Mesmo para mim, se eu for um deles. Veja quantas você consegue de volta.

Se você conseguir mais de 3, então você é realmente uma pessoa cativante.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Mensagem enviada pelo meu amigo Fernando Lemos, dono deste site.

- I bibida prus músicus!

quarta-feira, 18 de março de 2009

Piadinhas de médicos, rapidinhas

O sujeito volta ao médico trinta dias depois de ter sido operado do coração.
- O senhor está ótimo! - Diz-lhe o médico.
- Eu já posso voltar a transar? - Pergunta o paciente.
- Pode, mas só com a sua mulher! Eu não quero que você se emocione!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Após a consulta o sujeito pergunta ao médico:
- Quanto é a consulta, doutor?
- São duzentos reais.
- Duzentos? Não tem um desconto para um colega de profissão?
- O senhor também é médico?
- Não, eu também sou ladrão!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O médico liga para o paciente;
- Alfredo, seus exames ficaram prontos!
- E aí, doutor! Tudo bem?
- Bem nada, rapaz! Tenho duas notícias para te dar: uma ruim e uma péssima.
- Diz logo, qual a ruim?
- Você tem apenas 24 horas de vida!
- 24 horas? Meu Deus, não pode ser! - E depois de alguns segundos:
- E a péssima?
- Tentei te ligar ontem o dia todo, mas só dava ocupado!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O médico abre o jogo para o paciente:
- Infelizmente, o senhor só tem seis meses de vida.
- E agora doutor? O que eu faço?
- Se eu fosse você, me casaria com uma mulher velha, chata e bem feia e me mudaria para o Paraguai.
- Por que, doutor?
- Vão ser os seis meses mais longos da sua vida!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

A mocinha vinha sentindo dores estranhas há algum tempo e procura um médico.
Após um exame, ele dá o veredicto:
- A senhora está com Mal de Chagas!
- Mal de Chagas? Como é que eu peguei isso?
- A senhora deve ter sido chupada por um barbeiro!
- Filho da puta! - Comenta a mocinha - Ele me disse que era advogado!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O médico chegou ao quarto do paciente e disse:
- Tenho duas noticias para você, uma boa e outra ruim!
- Ah, doutor, que dor! Fale-me a ruim primeiro, deixa a boa pra depois, pelo menos posso me alegrar!
- Então lá vai a ruim: amputamos sua perna errada!
- Ai, meu Deus! Que horror! Como puderam fazer isso comigo?
- Calma! Aí vai a noticia boa: sua perna ruim está melhorando!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O indivíduo estava sentindo dores horríveis por todo o corpo, doía da cabeça aos pés, insuportavelmente.
Resolveu, então, procurar um médico. Chegando ao consultório, o médico fez todos os exames possíveis: tomografia, ressonância, ECG, ultra-som, endoscopia, etc. Após refletir muito, com a feição realmente preocupada, o médico virou-se para o doente e disse:
- Sinto informar-lhe, mas tenho uma péssima notícia. O seu caso é terminal!
- Pelo amor de Deus, doutor, quanto tempo ainda tenho de vida? – Perguntou desesperadamente o paciente.
- Dez... - Respondeu o médico.
- Dez o quê? Dez anos, dez meses, dez dias? - Perguntou o paciente.
- O médico olhou para o relógio, e em tom fúnebre continuou:
- Nove, oito, sete...

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Um médico encontra uma médica num congresso. Após a palestra, saem juntos e resolvem jantar. Papo daqui, papo dali, pega na mão, carinhos adoidados. Depois vão para um hotel e resolvem ficar hospedados no mesmo quarto. No quarto, prosseguem com as carícias, beijos, exame físico completo e após a relação a doutora vai para o toalete, começa a se lavar: esfrega cada falange, metacarpo, antebraço, umas 50 vezes. Do leito, o doutor observa e diz:
- Já sei qual sua especialidade!
- A médica pergunta:
- Qual é?
- Você é cirurgiã!
- Muito bem, como você descobriu?
- Pelo jeito que você se lava.
- Também descobri sua especialidade. - Disse ela.
- O médico, assustado, disse:
- Impossível! Não levantei da cama, nem me lavei!
- Você é anestesista!- Surpreso, o médico pergunta:
- Como você descobriu?
- Foi fácil! Eu não senti nada durante a relação...

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

No céu, os anjos separavam os recém-chegados conforme as profissões:
- O próximo!
- Marceneiro.
- Por aqui.
Próximo!
- Advogado.
- Por aqui.
- Próximo!
- Médico.
- Por favor, fornecedor é pela porta dos fundos!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Um português, preocupado com sua saúde, todo nervoso, procurou um médico:
- Doutor, pelo amor de Deus, estou sentindo dores no corpo todo!
- Dê exemplos, por favor!
- Ah, doutor, eu ponho o dedo no pé, dói, ponho o dedo no peito, dói, ponho o dedo na cabeça, dói. Como pode ver, todo meu corpo dói.
- Huuuum, acho que já sei...
- O que é doutor? Pelo amor de Deus. É grave?
- Não, Manoel, não é grave: você apenas quebrou o dedo.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Qual a semelhança entre o ginecologista e o entregador de pizza?
- É que ambos só sentem o cheiro, mas comer que é bom...

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O cara chega ao consultório faz um exame e o médico descobre que ele tem 3 minutos de vida. Apavorado ante aquela perspectiva, pergunta do doutor:
- Doutor o que o senhor pode fazer por mim?
- Voce quer um miojo?

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Brigado, Fernando Lemos!

- I bibida prus músicus!

segunda-feira, 16 de março de 2009

Site exclusivo de fotos antigas de Resende

“Este trabalho, sem fins lucrativos, é dedicado:

Aos fotógrafos - profissionais ou amadores - que, com inteligência e sensibilidade, registraram imagens importantes para o Patrimônio Histórico da cidade;

A todos que se dedicam à preservação de tão valioso acervo.”

Com essas palavras que encontramos na homepage do site http://www.resendefotos.com.br/, somos convidados a apreciar momentos acontecidos na Resende de antanho, entre solenes, pitorescos, alegres e curiosos, num mosaico amplo e maravilhoso, reunindo imagens de prédios que aqui existiram ou que ainda existem e de pessoas que por aqui estiveram ou viveram, muitas delas ainda vivas para darem o seu testemunho sob a ótica histórica e informativa do que nos antecedeu por estas terras.

Resultado da obstinação de Jesue Benedito, mais conhecido entre nós como Sabú, filho desta terra e atualmente morador no Rio de Janeiro, que nutria há anos o desejo de realizar tal proeza, fato concretizado recentemente com a construção deste site.

As fotos até agora publicadas ele as tinha em quantidade suficiente para dar a partida e iniciar o que ele considera como principal para a “Finalidade do projeto: Manter um espaço virtual para recuperar, de forma dinâmica, as imagens registradas no sistema e tornar-se uma ferramenta útil para aqueles que desejam conhecer e/ou entender a história da cidade.”

Porém, como ele me disse, para ampliação do acervo de imagens e de informações, ele necessita da colaboração de quem possua fotos que lhe seriam cedidas pelo email acessível pelo banner Contatos e que se localiza na homepage do site.

Como se trata de uma obra filantrópica, útil a muitos segmentos da sociedade, inclusive para finalidades didáticas, tais como para alunos de escolas de todos os níveis e de faculdades, todos os que possuímos algo encaixável no Resendefotos deveríamos contribuir para o enriquecimento da iniciativa do Sabú, que, no fundo, no fundo, pertence a todos nós resendenses, amantes desta terra de Nossa Senhora da Conceição do Campo Alegre da Paraíba Nova. Ou, simplesmente, Princesinha do Vale.

De minha parte, só tenho a louvar essa iniciativa do meu amigo de infância Sabú, que me deixa orgulhoso pelas circunstâncias, do seu desvelo pelas suas origens e pelo que sintonizamos no mesmo universo da nossa amizade, assim como também pelo fato de criar algo até então inexistente numa única fonte de informações, inseridas agora nas ondas da Internet e disponível a todos os internautas.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

A foto que abre este post, publicada na homepage do site do Resendefotos, é uma imagem do incêndio que destruiu a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição em 22 de agosto de 1945 e que durou apenas duas horas. Alunos do Grupo Escolar Dr. João Maia, que fica ao lado da matriz, foram dispensados das aulas e com baldes, panelas e outros vasilhames carregaram água do repuxo (Lembram-se?) para o rescaldo dos escombros.

Essa igreja foi construída de 1747 a 1813 e ainda conserva algumas peças da sua época de construção. Destaca-se a imagem de Sant’Anna e Nossa Senhora Menina em madeira e de tamanho natural. Conta-se que para a construção das suas duas torres foi construída até elas uma rampa com terra batida que partia do local onde hoje está o prédio da Câmara Municipal - a cerca de uns 150 metros de distância - e por onde os escravos subiam com os pesados blocos de granito utilizados nas obras.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!
- - - - - - - - - - - - - - - - - - -
upDate em 17.03.2009: Esta postagem foi publicada nos sites:

- Site Oficial de Resende - Quer confirmar? - Clique aqui!

- Resende Notícias - Quer confirmar também? – Clique aqui!

domingo, 15 de março de 2009

Hospital psiquiátrico - O teste da banheira

Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao diretor:

Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?

O diretor respondeu:

Nós enchemos uma banheira de hidromassagem com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie. De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.

Entendi! - Disse o visitante. - Uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.

Não! - Respondeu o diretor. - Uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. E emendou em seguida:

- O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Dedicado a todos que escolheram o balde.

A vida tem muito mais opções... E muitas vezes são tão óbvias como o ralo. Só falta enxergarmos!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

sábado, 14 de março de 2009

Previsão metereológica

Com a aproximação do inverno, os índios foram ao Cacique perguntar:
- Chefe, o inverno este ano será rigoroso ou ameno ?
O chefe, vivendo tempos modernos, não tinha aprendido com seus ancestrais os segredos da meteorologia.
Mas claro, não podia demonstrar insegurança ou dúvida.
Por algum tempo olhou para o céu, estendeu as mãos para sentir os ventos e em tom sereno e firme disse:
- Teremos um inverno muito forte... É bom ir colhendo muita lenha!
Na semana seguinte, preocupado com o chute, pegou seu celular, ligou para o Serviço Nacional de Meteorologia e ouviu a resposta:
- Sim! O inverno deste ano será muito frio!
Sentindo-se mais seguro, dirigiu-se a seu povo novamente:
- É melhor recolhermos muita lenha... Teremos um inverno rigoroso!
Dois dias depois, ligou novamente para o Serviço Meteorológico e ouviu a confirmação:
- Sim! Este ano o inverno será rigoroso!
Voltou ao povo e disse:
- Teremos um inverno muito rigoroso. Recolham todo pedaço de lenha que encontrarem, teremos que aproveitar até os gravetos.
Uma semana depois, ainda não satisfeito, ligou para o Serviço Meteorológico outra vez:
- Vocês têm certeza de que teremos um inverno tão rigoroso assim?
- Sim, responde o meteorologista de plantão. Este ano teremos um frio muito intenso.
- Como vocês têm tanta certeza assim?
- É que este ano os índios estão recolhendo lenha pra caralho!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

sexta-feira, 13 de março de 2009

Xixi no ralo

Tinha que ser no Rio!

Este, sim, é um empreendedor! Mesmo que seja um empreendedorismo tupiniquim.

Já vi picanha na tábua, peixe na telha, lingüiça no pão, etc, mas... Em pleno carnaval de 2009, no CENTRO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, em frente da Agencia do Banco do Brasil, na Rua Senador Dantas, um cara monta uma barraca sobre um ralo (bueiro) e ganha uns trocados por sua criatividade. É o xixi no ralo! He-he-he!
.
Talvez o estabelecimento continue por lá, sabe como é! Assim, se você estiver zanzando por ali e a bexiga apertar, procure-o! Talvez, ainda, a coisa tenha pogredido e a gente pode até deixar um cocozinho lá!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

As tribos de Omo





- Fotos de Hans Silvester

Quer ver mais e conhecer a história dessa gente? – Clica aqui!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

A tampa 037Q. Ou, Mistérios do Universo

Uma mulher, engenheira-mecânica, entra em uma loja de autopeças e pergunta por uma tampa 037Q. O vendedor fica surpreso ao vê-la perguntar por uma tampa 037Q, que ele desconhecia. Chamou um mecânico profissional com grande experiência que por lá se encontrava para que ela perguntasse a ele sobre a tampa 037Q. Mas nada, ele também não conhecia a tal da tampa 037Q.

A mulher insistiu, bateu o pé e disse que era uma parte do motor de seu carro que havia desaparecido de maneira misteriosa. E exigia porque exigia uma nova tampa 037Q.

Tendo em vista que ninguém conhecia e nem sabia nada sobre a tampa 037Q, o vendedor peguntou se ela podia desenhar a tal da tampa 037Q. A mulher disse que poderia facilmente desenhar a peça, pois, além de ser uma engenheira-mecânica, se recordava muito bem da tampa 037Q.

Dito isso, tomou um pedaço de papel e uma caneta, desenhou um círculo de uns 8 cm de diâmetro e escreveu no centro o número 037Q...

Quer saber o que ela desenhou? Dê uma clicadinha aqui!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

quinta-feira, 12 de março de 2009

Porque os cães mordem seus donos - 4

- Desejando ver as outras imagens publicadas desta série, clicaqui!

- I bibida prus músicus!

Piadas sobre advogados

- No leito de morte
O advogado, no leito da morte, pede uma Bíblia e começa a lê-la avidamente. Todos se surpreendem com a conversão daquele homem ateu, e uma pessoa pergunta o motivo.
O advogado doente responde:
- Estou procurando alguma brecha na lei.
.
- Veneno
Em uma audiência tumultuada, a promotora vira-se para o advogado e diz:
- Doutor, o senhor é tão irritante que, se fosse sua mulher, colocaria veneno no seu café!
O advogado, não menos irritado, responde:
- Ora, Excelência, se eu fosse seu marido, tomaria com prazer tal café.
.
- Bebida
Dois advogados saem do escritório cansados. Com a gravata semi-aberta, o cigarro no canto da boca depois de um dia estafante de trabalho, um vira para o outro e pergunta:
- Vamos tomar alguma coisa?
O outro arregala os olhos empolgado e responde:
- Vamos! De quem?
.
- Perguntas
O sujeito chega para um amigo, advogado, e diz:
- Quanto você cobra para me responder duas perguntas?
- Quinhentos reais! Qual é a segunda?
.
- Idiota
O filho, advogado recém-formado, chega todo sorridente para contar a novidade para o pai, advogado titular do escritório:
- Papai! Papai! Em apenas um dia, resolvi aquele processo em que você esteve trabalhando por dez anos!
O pai aplica um safanão na orelha do filho e berra:
- Idiota! Imbecil! Debilóide! Esse processo é que nos sustentou nos últimos dez anos!
.
- Pai e filho
Dois advogados, pai e filho, conversam:
- Papai! Estou desesperado. Não sei o que fazer. Perdi aquela causa!
- Meu filho, não se preocupe. Advogado não perde causa. Quem perde é o cliente!
.
- Juntos
Dois advogados, sócios em um escritório, saem juntos e vão almoçar. Já no meio da refeição um vira para o outro e reclama:
- Puxa vida, esquecemos de trancar o escritório!
E o outro responde:
- Não se preocupe, estamos os dois aqui.
.
- Absolvido
Num julgamento o Juiz pergunta ao réu:
- Como o senhor matou sua esposa?
- A chifradas, meritíssimo!
- Absolvido! Legítima defesa!
.
- Na faculdade
Aluno de Direito ao fazer prova oral:
- O que é uma fraude?
- É o que o senhor, Professor, está fazendo! - Responde o aluno.
O professor fica indignado:
- Ora essa, explique-se.
Então, diz o aluno:
- Segundo o Código Penal, 'comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar'.
.
- No ar
O avião estava com problemas nos motores e o piloto pediu às comissárias de bordo para prepararem os passageiros para uma aterrissagem forçada.
Depois, ele chama uma atendente para saber se tudo está bem na cabine e ela responde:
- Todos estão preparados, com cinto de segurança e na posição adequada, menos um advogado, que está entregando o seu cartão aos passageiros!
.
- Pessoas diferentes
Certo dia estavam dois homens caminhando por um cemitério quando se depararam com uma sepultura recente. Na lápide lia-se: 'Aqui jaz um homem honesto e advogado competente'.
Ao terminar a leitura um virou-se para o outro e disse:
- Desde quando estão enterrando duas pessoas na mesma cova?
.
- Diferenças
Sabe qual a diferença entre Juizes de primeira Instância e os de Segunda?
- Os primeiros pensam que são Deus. Os outros já têm certeza!
.
- Atropelamento
Dois trabalhadores estavam caminhando pelo acostamento da Via Dutra, voltando de uma Indústria onde haviam trabalhado duro o dia inteiro, quando um advogado, que vinha a toda velocidade no seu carro importado, atropela os dois.
Um deles atravessou o pára-brisa e caiu dentro do carro do advogado, enquanto o outro voou bem longe, a uns dez metros do local do atropelamento.
Três meses depois, eles saíram do Hospital e, para surpresa geral, foram direto para a cadeia. Um, por 'invasão de domicílio' e o outro por 'se evadir do local do acidente'.
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
.
.
- I bibida prus músicus!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Português é fácil

Pois é. U purtuguêis é muinto fáciu di aprender, purqui é uma língua qui a genti iscrevi ixatamenti cumu si fala. Num é cumu inglêis qui dá até vontadi di ri quandu a genti discobri cumu é qui si iscrevi algumas palavras. Im purtuguêis não. É só prestátenção. U alemão pur exemplu. Qué coisa mais doida? Num bate nada cum nada. Até nu espanhol qui é parecidu, si iscrevi muinto diferenti. Qui bom qui a minha língua é u purtuguêis. Quem soubé fala sabi iscrevê.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O texto acima é do Jô Soares e está incluído na lição denominada “Linguagem oral – linguagem escrita”, do livro de português por sua vez denominado Idéias & Linguagens, de Maria da Conceição Castro, publicado pela Editora Saraiva com patrocínio do MEC. Trata-se, portanto, de um livro didático.

Intitulando o texto do Jô, encontramos a seguinte afirmação: “Português é fácil de aprender porque é uma língua que se escreve exatamente como se fala”.

Foi-me mostrado pela minha esposa Luísa Maria e não deixei por menos, como se comprova, publicando-o neste blog, para que as más línguas parem de xingar a minha progenitora quando, para escrever, passo as palavras na minha máquina de moer as próprias e virar tudo de bunda pro ar.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

I bibida prus músicus!

- Páááá! - Pum!

Quando o doutor chamou a senhora Liebenbraun para dizer-lhe que o seu cheque havia voltado, ela prontamente lhe respondeu: “- A minha artrite também!”.
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
.
.
- I bibida prus músicus!

Oscar Wilde - Pensamentos

Nascido em Dublin (16.10.1854) e falecido em Paris (30.11.1900), foi dramaturgo, escritor e poeta irlandês. Expoente da literatura inglesa durante o período vitoriano, sofreu enormes problemas por sua condição homossexual, sendo preso e humilhado perante a sociedade. São dele, entre outros, os pensamentos que reproduzo abaixo.
.
A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo.
.
Para ser popular, é indispensável ser medíocre.
.
A vida é muito importante para ser levada a sério.
.
O pessimista é uma pessoa que, podendo escolher entre dois males, prefere ambos.
.
Pouca sinceridade é uma coisa perigosa e muita sinceridade é absolutamente fatal.
.
A melhor maneira de começar uma amizade é com uma boa gargalhada. De terminar com ela, também.
.
Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada.
.
Devem-se escolher os amigos pela beleza, os conhecidos pelo caráter e os inimigos pela inteligência.
.
Os velhos acreditam em tudo, as pessoas de meia idade suspeitam de tudo, os jovens sabem tudo.
.
O matrimônio é uma experiência e cada experiência tem o seu preço.
.
As boas intenções têm sido a ruína do mundo.
.
As únicas pessoas que realizaram qualquer coisa foram as que não tiveram intenção alguma.
.
Sou contra os noivados muito prolongados. Dão tempo às pessoas para se conhecerem melhor, o que não me parece aconselhável antes do casamento.
.
A coerência é a virtude dos imbecis.
.
Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo.
.
Não deixe de perdoar os seus inimigos - nada os aborrece tanto.
.
Experiência é o nome que damos aos nossos erros.
.
Não é o perfeito, mas o imperfeito, que precisa de amor.
.
Nenhum homem é suficientemente rico para comprar o seu passado.
.
As pessoas mais interessantes são os homens que têm futuro e as mulheres que têm passado.
.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!

Chefes e Estagiários

Certo dia, um homem navegada com seu balão por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido e qual não foi sua surpresa quando viu um jovem no terreno abaixo dele.

Ao reduzir um pouco a altitude do balão, a uma distância de 10 metros aproximadamente, ele gritou para o jovem:

- Hei, você aí! Onde eu estou?

E então o jovem respondeu:

- Você está num balão a 10 metros de altura!

Então o baloneiro fez outra pergunta:

- Você é estagiário, não é?

O rapaz respondeu:

- Sim! Puxa! Como o senhor adivinhou?

E o baloneiro:

- É simples! Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada.

Então o estagiário pergunta:

- O senhor é chefe no seu trabalho, não é?

E o baloneiro:

- Sou! Como você adivinhou?

E o jovem:

- Simples: o senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no estagiário.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- I bibida prus músicus!