domingo, 22 de março de 2009

Uma cena da recessão na China

n ooooooo- Clica na imagem para ampliá-la e ficar impressionado(a) -
.
Na China, em Hefei, na Província de Anhui, no começo deste mês, milhares de desempregados acorrem a uma chamada de candidatos a emprego. Pelo menos 20 milhões de 130 milhões de trabalhadores migratórios da China ficaram desempregados depois que dezenas de milhares de fábricas de trabalho intensivo voltadas à exportação fecharam devido à crise financeira global. Esquemas de treinamento de emprego de funcionários migratórios estão aparecendo em toda a China, conforme informou a Agência de Notícias de Xinhua.

- - - - - - - - - - - - - - - -

- Fonte: Blog bostom.com. Veja outras cenas pelo mundo afora como resultado dessa crise financeira internacional clicando aqui, agora!

- I bibida prus músicus!

2 comentários:

Conceição Duarte disse...

Pois é Norival. A crise que nenhum dos governantes do mundo parecia querer anunciar. TOdos são farinha do mesmo saco e como um efeito dominó, todos sofremos. Tentaram dizer que não seria forte, que não seria grave e pior, o nosso Lula, dizia que "segurava " a crise! Ele não segura nem um jornal nas mãos, vai segurar a crise? Que dó! Triste ver um mundo como é a China, sem tanta gente encontrar como ganhar o pão de cada dia. Seria melhor se o mundo todos fosse como Oslo, e não como a índia, mas caminhamos para isso. É o caos!

Um beijo grande, bom domingo e saudades mil docê!

CON

Norival R. Duarte disse...

Querida Conceição:

Um certo sujeito, do qual não me lembro o nome, disse que um país não deveria ser maior do que a Dinamarca. Creio que ele tem um monte de razão sobre isso.

De que adianta ser grande em tamanho e em população? Só dá zebra! Não tem jeito de arrumar! E para o Brasil, nos meus tempos de ginásio, lá pelos anos de 1960, com a Doutrina de Malthus e tudo o mais, estimava-se que teria capacidade de sustentar até 400 milhões de habitantes. Hoje, com o progresso da agricultura, da indústria, da medicina, etc, deve poder acomodar um bilhão de brasileiros. Já pensou!

Grande abraço e obrigado pela visita.