sábado, 31 de janeiro de 2009

Ensaio pornográphico completo

Em 13.05.2008 publiquei um post intitulado Ensaio pornográphico, no qual inseri a foto debaixo deste parágrapho, copiada do blog do meu amigo Eduardo P. Lunardelli. Dei ao meu post o mesmo título que o Eduardo havia dado ao dele, num dos tributos que ele mereceria de mim por aquela postagem.

E não é que essa minha homenagem ficaria guardada na sua memória, tendo sido tirada de seus arquivos cerebrais durante um passeio por Nova York em dezembro último, quando lá se encontrava a passeio?

E que tal desarquivamento ocorreu quando viu este nó aqui debaixo deste parágrapho num tronco de uma árvore de algum jardim ou rua daquela cidade. Bateu a foto e fez dela mais um post no seu blog, sem título específico, porém dentro de uma de suas deliciosas colunas, aquela a que ele chama de HUMOR NO VARAL, publicado em 20.12.2008, citando a lembrança que ele teve de mim no momento da sua tomada.


E como hoje é sábado e a programação da TV está uma porcaria (Que coisa, né?), resolvi matar o tempo e brincar com as duas fotos no power point e no paint, sobrepondo-as, virando-as, apagando quinas e finalmente cortando-as, dando como resultado o que apresento abaixo:
Com isso, o estudo pornográphico fica completo, conforme diz o Eduardo ao final de seu segundo post, e volto a lembrar aos meus visitantes o que eu disse na minha primeira postagem sobre esse assunto - ou estudo - tão sério, talvez um dos mais importantes ocorridos nos últimos anos nos anais (Óia!) das ciências naturais, que tudo se resume à observação acurada da arte “escondida” por fenômenos botânicos muito comuns, majestosamente aqui representados pelas duas belas fotos do Eduardo Lunardelli.

- Pubrique-se nas revistas científicas internacionais competentes i bibida prus músicus!

4 comentários:

Conceição Duarte disse...

Norival que máximo! Vc sabe que as palavras dependem mais de quem as ouvem do que de quem as pronuncia, não é?! E as imagens? Menino, não funciona asssssssssssssim, que coooisa! Maravilha, lindo!

bjus CON

Eduardo P.L disse...

Norival,

o que dizer de tão ciêntifica homenagem! Só posso agradecer em meu nome, do VARAL, e da ciência!
Vou repecuti-la no Varal, para que os meus agradecimentos estejam completos!

Forte abraço

Norival R. Duarte disse...

No fundo, no fundo, Conceição, é tudo uma brincadeira, ou, com diz um velho ditado: “Arranje alguma coisa pra fazer senão o diabo mexe com você”.

Beijão com abração.

Norival R. Duarte disse...

Estimado Eduardo:

Eu é que agradeço a você, sem cujo post e colaboração não teria montado o meu. Já o vi publicado integralmente no VARAL DE IDÉIAS e você não imagina como estou me sentindo: todo orgulhoso, sorridente, a vida é linda, a gente não precisa ganhar sozinho na megasena pra ser feliz, tô qui tô.

Grande abraço.